quarta-feira, 10 de julho de 2013

15 Crônicas+ Volume I: Helena Frenzel - 1a Edição








Coletânea com 15 Crônicas de Helena Frenzel. 

Ano de Lançamento: 2013

Baixar PDF ou EPUB ou no iBookstore ou ler no Calaméo

Já leu este EBook? Deixe um comentário ou review. A autora agradece o seu feedback.




3 comentários:

  1. Adorei Helena! A crônica fofinha está demais!!! beijos querida
    Michele

    ResponderExcluir
  2. Olá, Helena!

    Primeiramente quero parabenizá-la pelo excelente trabalho que desenvolveu em suas Quinze Crônicas+, a começar é claro, do conteúdo dos textos, da forma como os conduziu com qualidade e bom gosto, ao trabalho da arte final, do layout leve e bonito, agradabilíssimo de ler.

    A começar pelo prólogo, no qual não se reconhece cronista, devo discordar de você, pois assim como descreveu em seguida, através de uma receita muito bem urdida de como fazer crônicas e ao longo das leituras que se seguem, em foco, o cotidiano, é claro e evidente que você sabe os ingredientes que tem em mãos e sabe perfeitamente aplicá-los na receita, na medida certa. Afinal, como está em uma de suas crônicas "A vida é cheia de bons pedaços". O cotidiano é uma fonte inesgotável de surpresas e essas por sua vez, oferecem os melhores ingredientes para a construção e/ou criação dos melhores motes para um escritor, principalmente aquele que se dedica às crônicas. O cronista, para além de "cozinheiro" da notícia, é um artesão que talha e molda a notícia com uma percepção própria, dando a ela uma feição própria, o que o leitor a envolver-se de uma forma aprazível e assim construir a sua própria percepção do que ali se narrou. É portanto a arte de levar o outro a pensar, questionar e assim cumprir-se um dos fundamentais papéis da literatura, a interação com a informação, gerando o conhecimento. Na contramão está bem descrito no texto "Será que compreendemos?" o que vem atropelando este papel, o excesso de informações compartilhadas, via web, sem questionamento, sem leitura adequada, sem percepção, mas que ao mesmo tempo faz-nos repensar sobre o valor daquele escritor que leva ao leitor um estímulo maior, para que ele se torne mais que um mero replicador de notícias, mas um leitor que apreende o que é bom, o que é seleto no campo das ideias. Gosto especialmente de seu estilo, Helena, quando "a autora (você) cruza com o leitor, nas entrelinhas e que varia o tema sem pena", portanto, é daí o meu fundamento de que trata-se essa coletânea, de um excelente trabalho. Parabéns!

    Um grande abraço e que venha em sequência outras tão agradáveis crônicas.
    Celêdian

    ResponderExcluir
  3. Helena, olá ! Não me conhece e, como tal, vou poupar-lhe um comentario enfadonho. Resume-se num singelo, mas sincero, "parabéns".
    Não gostei de nada, em particular. Gostei de tudo, muito, e em especial. Um abraço desde Lisboa. H

    ResponderExcluir

Os autores agradecem o seu comentário.